sexta-feira, setembro 23, 2005

Tirar à sorte...no tal Kontest

Sortear, linechekar, tocar....e voltar a tirar à sorte.
Primeiro nós, depois os Malicanti e por fim os Aulaga Folk, franceses nem vê-los....
Diligências do júri, uns instantes e...Malicanti sai vencedor.
Grande festa entre "tugas e laziales"; prolongou-se pela noite, inclusivé no regresso a Granada.
A malta da Estremadura, não ficou muito satisfeita, mas...a verdade é que... estas coisas só têm um propósito, trocar experiências musicais e pessoais nesta área o resto...
Tempo ainda para os vencedores do ano anterior do tal Kontest (Ginga) fecharem a festa.
Tarde...,finalmente levantamos âncora, ora cantam os laziales ora cantam os tugas, pelo meio uma do Mateo o júri?!??!?
A camioneta, essa serpenteia em direcção ao mediterâneo.

25 comentários:

Cantareu disse...

Ora toma lá com o galito, ó Miguel.

E vê lá se "limpas a casa" que isto está a ficar cheio de entulho!
Eh!Eh!Eh!

Abraços.

bieiteiro disse...

quando é que levam o garnizé ao tacho?
é já na próxima sexta? onde? Duas Igrejas? não conheço... ah!! Barcelos!! eheh
toma lá ó galito...
ahahahaha

Cantareu disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Cantareu disse...

Galo de crista vermelha,
Cantas mal, não cantas bem!
Com um bico tão pequeno,
Não metes medo a ninguém!

Ora toma nota...e embrulha. Eh!Eh!Eh!

bieiteiro disse...

não meto medo a ninguém
sim, podes comprová-lo
mas o que ouço de ti
é que só cantas de galo

eheh

bieiteiro disse...

ó galito, tens que me dar um dia para responder à próxima quadra.
amanhã já cá canto, não, já cá estou.
e bib'á' música
beijinhos aos couvinhas
eheh

Cantareu disse...

Ah! Então também és canário!
És um pássaro afamado!
Mas se te metes comigo,
Vou-te deixar depenado!

Eh!Eh!Eh!

Anda, "bota-lhe"!

Abraços.

Cantareu disse...

Tu zurras com´ó burrito!
Olha, antes tu do que eu,
E não me chames "galito"!
Para ti, eu sou o Cantareu!

Ora toma...e vão duas!
Eh!EH!Eh!

Abraços.

Cantareu disse...

Bichos da tua raça,
Só comem palha e farinha!
Olha, antes cantar de galo,
Do que cantar com´á galinha!

Três!...
Ah!Ah!Ah!

Abraços.

Augusto-canario disse...

Ó Galito Andas a roubar as minhas quadras isso é Plagio!
Vê lá se se começas a tirar alguma coisa da cabeça.

Augusto-canario disse...

Não se chama galito
Diz ser Cantaréu
Tem aversão a pi..
E Anda cu cuzinho ao léu

ora toma nota!

Dulce-Fontes disse...

A vós beeiteiro e cantareu gostava que escrevesseis a Letra do meu proximo DVD, realmente nem o Quim de Barqueiros tem a vossa imaginação.
Temos Morangueiro Tinto.

Dulce-Fontes disse...

E tu ó Canário nem sei porque é que te importas do que eles andem
para ai a plagiar as tuas quadras
qualquer dia fanzente uma Gaiola!
e ainda tens quelhes espetar o bico!

Cantareu disse...

Pr´ó "Augusto Canário",
Se fosses o de Vila Nova de Anha,
Não me metia contigo,
Que és cantador de muita manha!

Mas como me cheira a pássaro,
Daqueles bons para a arrozada,
Ainda te vou comer, meu lindo!
De ti não vai sobrar nada!

E, para que se não diga para aí,
Que trago o povo enganado,
Ao Augusto Canário, não roubei nada,
Olhai, pedi foi emprestado!

Cantareu disse...

Olha amiga "Dulce Fontes",
Gostava de te conhecer,
Mas não te posso ajudar,
Vê lá tu, eu não sei escrever!

Mas para que não me tenhas em má conta,
Vamos uma coisa combinar,
Eu aprendo a escrever,
Quando tu aprenderes a cantar!

Ah!Ah!Ah!

Ora "bota aí"!

Dulce-Fontes disse...

já ouvi dizer que és um galito
jeitoso.
Dizem que não há bico como o teu

Cantareu disse...

O meu bico, que é muito bem feito,
Deixa-o lá estar sossegado.
É que se me mexes muito no bico,
Eu ainda fico mal habituado!

Xis!
Ah!Ah!Ah!

Cantareu disse...

Não te ponhas com compadrios,
Não te chegues ao passarito!
Com o bico que tenho, como-te a ti,
E ainda dou umas bicadas ao canarito!

Tunga!
Eh!Eh!

Mandrágora disse...

Isto sim é cultura popular, um abraço deste povo forte e novo...

Cantareu disse...

Amigos, está aberto o despique,
Da crítica pura e dura,
Para todos, parentes e amigos,
O convite à faladura.

Mas atentai e tende juizo,
Quando abrirdes o saco,
Não vá a bruxa ouvir,
E transformar-vos em sapo!

A bruxa, já se vê,
É aquela que vós sabeis,
Chama-se "crítica social",
E lê todos os nossos papeis.

Por isso tende cuidado,
Não vos deixeis escorregar,
Dizei de vossa justiça,
Com o vosso melhor cantar.

bieiteiro disse...

mais vale tarde que nunca, ó galito...

bieiteiro é uma árvore
de água e sol me alimento
a comida que tu comes
mais parece a de um jumento

se me vais deixar depenado
é grande em mim a amargura
olhai o gosto refinado
de quem tem a verga dura

cantaréu, cantaréu
tu lá sabes da faladura
contigo é só béu béu
muita parra e pouca uva.

bieiteiro disse...

Dulce Fontes em que te metes
nem me compares ao de barqueiros
nada percebo de cassetes
muito menos de panelei…

e tu que dizes o que sentes
deves gostar é do canário
mas vê lá em quem te metes
que ainda te sai ao contrário

nunca vi bicho tão ruim
nem tamanho maniento
és da família desse cantaréu
o tal que come como um jumento?

Cantareu disse...

Ai é?
Atão toma lá...

Serve-te que nem uma luva.
Serve-te que nem uma luva.
Esse teu palrar tão pobre.

Esse teu palrar tão pobre.
Amigo fecha a matraca.
Olha que cheiras a podre.

Bieiteiro é árvore nobre.
Tu não tens nenhum talento.
Tuas quadras cheiram a odre.
Deves estar morto por dentro.

Nesta quadra me concentro.
Olhai, antes de me ir embora.
O Bieiteiro está morto por dentro.
E isso vê-se por fora.



Mas antes de abalar.
Para não perder a mão.
Vou-te aqui baptizar.
Passas a ser o Morcão.

Coitado de teu irmão.
Por ter um irmão como tu.
Que quando abres a boca.
Mais parece que abris-te o c...

Vai-te embora Belzebu.
Vai aprender a cantar.
Olha se quiseres ajuda.
Cá estou eu para te ensinar.

Siga para tribunal!
Ah!Ah!Ah!

(P.S. Agora um bocadinho a sério. Como não sei quem cá vem a casa, escrevi a primeira quadra como deve ser "cantada"...as outras seguem-lhe o passo...Eh!Eh!Eh!)

bieiteiro disse...

não quero o teu baptismo
aliás, dispenso
prefiro o optimismo
não estou morto, e penso…

dizes-me de palrar pobre
mas os teus dizeres
não mostram grande ciência
(muito menos consciência)

pois cantaréu é o momento
de acentares os pés no chão
tomas-me por morcão
(julgamento de jumento…)

como podes tu ensinar
quando te imploram que não o faças?!
não, não penses em cantar
senão é a maior das desgraças…

como as crianças
dizes que cheiro mal
perdi já as esperanças
que digas algo original…

Anónimo disse...

Eu cahamo-me Augusto Gonçalves de nome artístico e de família "Augusto Canário", e cá vos digo: E SE FOSSES USAR O NOME DOS OUTROS PÓ C....?????
Estais uns especialistas, que nem o Socrates em Engenharia....